Química

Água (continuação)


Como retirar água dos poços artesianos, poços comuns e de fontes? A água jorra dos poços artesianos e das fontes e é retirada com corda, balde ou sistemas de roldanas dos poços comuns.

O lençol freático que está no subsolo é a base do conjunto de vasos comunicantes. Então, a água que está lá deve ficar sempre no mesmo nível. Assim, é impossível jorrar água dos poços comuns.

O poço artesiano pode estar localizado numa parte mais baixa do sistema de vasos comunicantes da natureza. Se a fonte está num ponto mais alto, a água jorra do poço tentando alcançar o nível da fonte.

Se a fonte faz parte dos vasos comunicantes e está na parte mais alta então ela jorra água com menos intensidade. Isto acontece porque a pressão exercida pela água vai diminuindo à medida que diminui a profundidade.

Os poços artesianos mais profundos (com aproximadamente 100m de profundidade) devem ser perfurados com equipamentos especiais, como a sonda perfuradora. A água destes poços vem de lençóis de água profundos que ficam entre as rochas. A água é limpa e pode conter sais minerais e alguns gases.

É uma fonte de água termal que pode lançar ao ar fortes jatos de água e vapor quente. São formados em regiões onde há vulcões em atividade. Os gêiseres aparecem devido à proximidade entre a lava vulcânica e o lençol subterrâneo de água.

As caixas-d'água ou reservatórios das casas funcionam de acordo com o sistema de vasos comunicantes. Sempre devem ficar no lugar mais alto. A água que chega à nossa casa vem de outro reservatório que também deve ficar no ponto mais alto da região que abastece.

Princípio de Pascal

“A pressão exercida no ponto de um líquido contido num recipiente fechado se transmite integralmente a todos os pontos desse líquido”.

“Podemos observar este princípio no nosso dia-a-dia, nos freios de veículos automotores e em elevadores hidráulicos”.