Química

Hidrocarbonetos (continuação)


Alcenos

Os alcenos são hidrocarbonetos acíclicos e insaturados, que contém uma dupla ligação entre átomos de carbono.

São também chamados de olefinas, alquenos ou hidrocarbonetos etilênicos. Sua fórmula geral é CnH2n

Alguns alcenos:

eteno CH2 = CH2 fórmula molecular: C2H4

1-buteno CH2= CH - CH2 - CH3 fórmula molecular: C4H8

Reatividade

Os alcenos são mais reativos do que os alcanos, por possuirem uma ligação dupla, que é mais fácil de ser quebrada. Sofrem reações de adição e também de polimerização.

Utilidade

O composto mais comum dos alcenos é o eteno, ou etileno. É produzido em frutos verdes e atua no amadurecimento desses frutos. Por este motivo, enrolamos as frutas com jornal para que ela amadureça mais rápido. Desta forma, o gás eteno está sendo aprisionado e acelera a velocidade de amadurecimento.

O etileno é produzido na indústria química e é obtido através do refino do petróleo e do gás natural. É utilizado, ainda para a fabricação de polietileno usado para fazer plásticos.

Nomenclatura

Para nomear os alcenos, utilizamos a nomenclatura parecida com a dos alcanos. Quanto ao número de carbonos é a mesma (met, et, prop, but… ). Quanto ao tipo de ligação, usamos en. Porém, deve-se indicar o local da ligação dupla.

Para nomear, dá-se a prioridade à ligação dupla na contagem de carbonos e depois, aos radicais. Veja os exemplos:

1) CH2 = CH - CH2 - CH3

Nomenclatura antiga: 1- buteno
Nomenclatura IUPAC: but-1-eno

2) CH3 - CH = CH - CH3

Nomenclatura antiga: 2-buteno
Nomenclatura IUPAC: but-2-eno

Para os alcenos ramificados, a cadeia principal (mais longa) é aquela que contém a ligação dupla. A contagem de carbonos é feita a partir da extremidade mais próxima da ligação dupla. Veja os exemplos:

Nomenclatura antiga: 5-metil-2-hexeno
Nomenclatura IUPAC: 5-metil-hex-2-eno

Nomenclatura antiga: 3-propil-1-hepteno
Nomenclatura IUPAC: 3-propil-hept-1-eno

Radicais

O radical derivado do eteno é o vinil ou etenil.

CH2 = CH -   vinil ou etenil